A força de continuar.

Faltando dois dias para completar dois anos sem cigarros, resolvi fazer uma reflexão sobre parar de fumar, e sobre a vida consequentemente.

Em abril de 2016 compartilhei com vocês a dificuldade que estava sendo o processo de largar o vício da nicotina e como eu lidava com tudo isso. Comentei inclusive sobre o que eu sempre ouvia (ainda ouço), que com o tempo a gente se acostuma e não sente mais falta.

Com propriedade da minha experiência em quase dois anos sem cigarro, digo: é mentira. Ao menos para mim. Continuo cada dia desejando fumar. Ainda sonho que estou fumando e acordo com cheiro de cigarro na mente. Mato a minha “vontade” me cercando de pessoas fumantes, ser fumante passiva nunca foi tão bom.

smoke

Admiro a minha força de vontade, até porque, não é fácil estar cercada de tentações quando tudo que você quer é fumar. Isso tem me ajudado a ter forças para continuar, hoje só sentir o cheiro já alivia a ânsia da vontade.

Confesso que não lembro mais qual é a sensação de fumar. Lembro apenas do prazer e do conforto que sentia quando fumava. Acredito que passaria mal se fumasse hoje, mas ainda desejo fumar, com toda a força que tenho.

Espero manter toda essa força de vontade, conseguir manter o corpo livre de nicotina, se possível para o resto da vida. Mas preciso discordar das pessoas que dizem que a vontade diminui. A vontade continua ali, intacta, o que muda é a forma de lidar com a vontade. Assim como lidamos com cada coisinha que acontece com a gente diariamente.

Para vocês queridos que estão na luta para parar, boa sorte e força. Para os que ainda querem continuar fumando, boa sorte também. A luta é de todos, seja para manter ou largar o vício. O importante é fazer aquilo que nos faz bem.

Talvez esse texto seja desnecessário para algumas pessoas que não entendem como funciona, mas para mim e para todos os que lutam contra qualquer tipo de vicio, todo depoimento é válido e de ajuda. Deixa o teu nos comentários também! Assim vamos todos nos ajudando. 🙂

Uma semana lindíssima e cheia de luz! Beijocas.

urso

Anúncios

Autor: Lu Bilhalva

Sou a Luiza e, assim como o café, gosto quando as coisas são fortes, intensas e quentes. Gremista não fanática, gaúcha, estudante de Psicologia, feminista e virginiana, além de adorar um papo, não nego um café e um chimarrão. Sou viciada em seriados, livros e filmes. Senti a necessidade de devanear nesse blog pra dividir um pouquinho da minha bagunça interna com o mundo. Dentro de um mesmo corpo há espaço para várias versões de mim mesma.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s