A necessidade de fugir.

Olá meus queridos!!

Vamos pegando o café e sentando que hoje vamos falar sobre

PORQUE SENTIMOS A NECESSIDADE DE IR EMBORA?

nárnia

Já faz um bom tempo que me pergunto porque não faço um intercâmbio ou tento uma vida fora do país. E sempre tem alguém me fazendo a mesma pergunta. O que eu não entendo é, porque eu DEVERIA sentir vontade de fazer isso?

Deveria porque vou adquirir uma boa experiência de vida? Ou porque vou adquirir novos conhecimentos? Mudar os ares? Meu país está em crise e a vida é “mais fácil lá fora”? Poderia dizer SIM pra várias ou todas essas perguntas, mas a real pergunta é, o que é que tá tão ruim, que é preciso ir embora do país?

Em tempos de crise como a que estamos agora, é totalmente compreensível ir tentar a vida fora, abrir mão de tudo aqui, mesmo sendo absurdamente caro ir embora durante a crise (lembrem que o dólar está R$4,15…). Mas eu acredito que o que realmente impulsiona as pessoas a irem embora, além de terem sonhado com isso a vida toda, seria a vontade de fugir da vida atual.

Sendo beeem sincera com vocês, eu já fiz isso. Estava cansada da minha vidinha em Itajaí e fui tentar a vida em outra cidade, e vou dizer, meu problemas de Itajaí me acompanharam até São Paulo rs. No final das contas a unica coisa que realmente valeu a pena foi o meu crescimento pessoal, mas ele veio a duras penas.

Então eu fico pensando que não gostaria de passar por todos os perrengues que passei em São Paulo em outro país. Eu sei que esse é o sonho de muita gente, e eu incentivo todos os meus amigos que querem realizar o sonho de morar fora. Eu acho sensacional termos sonhos saudáveis e alcançáveis. Mas quando converso com pessoas que eu sei que esse não é o sonho da vida, eu converso bastante pra tentar entender qual é o real motivo.

O mundo hoje nos mostra que é ruim viver a nossa vida de escritório/casa/academia e diz constantemente pra gente largar tudo e ir embora viver de luz na Turquia. E não é bem assim. A gente não precisa abrir mão de uma vida toda porque todo mundo diz que é perfeito viver de mochilão na Europa com pouco dinheiro.

Precisamos encontrar o motivo que nos faz querer ficar. Ou pelo menos o motivo que nos faz querer voltar pra casa depois de uma viagem. O mundo é enorme, e nós temos todas as oportunidades na nossa frente, é uma questão de planejamento.

Eu hoje, não penso em fazer um intercâmbio ou morar fora do Brasil, mas penso constantemente nas inúmeras viagens que quero fazer. Todos os países que quero conhecer (não morar), porque posso ter uma experiência de vida só viajando a passeio, sem precisar morar em outro país.

Agora me digam queridos, o que vocês acham que faz a gente sentir essa necessidade de ir embora? Vocês querem ir viver em outro país ou só a passeio está bom? Rs. Me contem!!

beeeijo

BEEEEEEIJO!

 

 

Anúncios

Autor: Lu Bilhalva

Sou a Luiza e, assim como o café, gosto quando as coisas são fortes, intensas e quentes. Gremista não fanática, gaúcha, estudante de Psicologia, feminista e virginiana, além de adorar um papo, não nego um café e um chimarrão. Sou viciada em seriados, livros e filmes. Senti a necessidade de devanear nesse blog pra dividir um pouquinho da minha bagunça interna com o mundo. Dentro de um mesmo corpo há espaço para várias versões de mim mesma.

Um comentário em “A necessidade de fugir.”

  1. Olá, td bem? Olha, eu particularmente acredito que existem N motivos paras as pessoas quererem ir embora pra outra Cidade, Estado, País. Mas acho que as principais sejam: Fugir das pressões sociais ou fugir do ‘eu socialmente idealizado’. Acredito que a vida pós-moderna é baseada em prazos, cobranças, concorrência, consumo exacerbado e o ser humano apesar de crescer intelectualmente, ainda não se desenvolveu emocionalmente, pois não faltam casos de suicídio, depressão, alcoolismo vindo de pessoas que ‘tinham vidas boas’ ‘com muito sucesso’.

    O vazio interior existe porque somos seres energéticos, cósmicos, afinal, estamos inserido num Universo, dentro de um tempo e espaço no Cosmos. E a sociedade capitalista, materialista e opressora nos ensinou que devemos viver somente em função do progresso socioeconômico e isso é uma baita de uma mentira escravocrata e cruel. Temos que tentar fazer tudo com leveza, com vontade real, com amor. Temos que buscar a paz interior, o prazer saudável e pra isso é necessário o autoconhecimento, é necessário despertar para um nível mais amplo da consciência que jaz dentro de TODOS NÓS.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s