A primeira do ano.

Oii amados!

Preparados para nosso primeiro papinho com café do ano? Então peguem suas xícaras, e venham comigo!

Hoje vamos falar sobre uma coisa que nunca falamos, até porque nunca nos damos conta, que é:

O drama de um novo ano. 

drama

Falando bem sério, todo ano novo é um drama né? Começamos a ficar desesperados já em outubro porque todo mundo já sabe para onde vai no ano novo, menos nós. Aí deixamos pra cima da hora e fazemos um programa aleatório (daqueles que todo mundo torce o nariz e depois vira irado, sabe?) e reclamamos que não foi TUDO aquilo.

Agora vamos combinar, QUAL É A NECESSIDADE de ter uma entrada de ano fazendo festa e folia? Eu particularmente, acho muito divertido, mas acho sem necessidade as pessoas darem uma importância tão grande, como se a festa da entrada fosse dizer como que o ano vai ser.

Eu já tive viradas totalmente miadas e tive anos maravilhosos, e já tive viradas maravilhosas e anos horríveis. Isso não quer dizer nada.

Acho que no fundo, nos cobramos para estar feliz naquele momento, porque é a esperança de um novo começo, a chance de fazer tudo novo. Isso é realmente fantástico. Mas novamente temos uma cobrança interna de fazer diferente, mas não mudamos nossos hábitos, na verdade, pulamos ondinhas e torcemos pra que Iemanjá atenda nossos pedidos sem fazer um mínimo esforço. JÁ AVISO. Sem esforço, NEM IEMANJÁ, NEM ALÁ, NEM DEUS, NEM TU, nada vai mudar.

Então vamos fazer assim, ao invés de a gente começar o ano com um drama enorme e uma obrigação de ele ser O ANO MARAVILHOSO, começamos mudando algumas coisas e nos esforçando para outras. O que acham?

A vida é maravilhosa, nós que complicamos. Então vamos tirar o drama de novos anos e de “366 novas páginas em branco para escrever uma história ótima” e vamos FAZER o que estiver ao nosso alcance para que a gente consiga tudo o que quer para esse novo ano. Mudanças não acontecem do dia pra noite, elas precisam de tempo, lembrem disso.

E agora eu desejo meus amados, que vocês tenham um ano ótimo, que se esforcem para que coisas novas e boas cheguem nas suas vidas.

Beeeeijos!

selena

Anúncios

Autor: Lu Bilhalva

Sou a Luiza e, assim como o café, gosto quando as coisas são fortes, intensas e quentes. Gremista não fanática, gaúcha, estudante de Psicologia, feminista e virginiana, além de adorar um papo, não nego um café e um chimarrão. Sou viciada em seriados, livros e filmes. Senti a necessidade de devanear nesse blog pra dividir um pouquinho da minha bagunça interna com o mundo. Dentro de um mesmo corpo há espaço para várias versões de mim mesma.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s